Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

27
Abr 15

Diálogo entre mim e um/a estudante de 2º ciclo:

«Estudante: _Eu queria trabalhar em qualquer coisa ligada à dança… não pensei tanto em ir para a universidade…

Eu:_ Mas também se tiram cursos universitários na área do desporto e da dança, sabias? Existem universidades especializadas nessas áreas da música, do desporto, da dança, do teatro…..»

 

Terminar alguns ciclos de estudo e iniciar outros significa, muitas das vezes, fazer escolhas pelo caminho… significa querer humanidades, ciências exatas, ensino artístico, desporto… e não saber o que se quer! Muitas outras vezes não saber o que existe em ofertas formativas.

Quantos de nós vivemos já estas escolhas?? Quantos de nós vemos estes anseios sem saber bem como ajudar?!

Pretendo construir, nas próximas publicações, algumas ‘orientações’ nesta questão da ‘Orientação’, sabendo que o mais difícil da vida é encontrarmos a nossa orientação, a nossa vocação, a nossa maior competência!

Antes de mais cabe lembrar que estas escolhas não são para a Vida, fazem-se e desfazem-se ao longo do percurso, com naturalidade e maturidade! Ficando para o educador o papel de apoiante, de mostrar caminhos sem limitar direções… Porque o futuro… esse, por mais que o delineamos será sempre maior! A vontade terá de vencer muitos obstáculos… e o trabalho será a chave do sucesso!

 

confucio.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 14:02

3 comentários:
Tanta falta me fez a informação à 25 anos atrás!!! Ai se fosse hoje!!! Eu fico espantada com a quantidade de jovens que chegam ao 12º ano ainda sem saber que estudos prosseguir, não sabem o que querem ser no futuro!!
A rapariga do autocarro a 28 de Abril de 2015 às 11:33

Os jovens continuam a sentir muitas dificuldades em escolher uma linha de orientação vocacional, ou porque olham para o futuro com muitas incertezas, outros ainda porque não se interessam por nada., ou porque lhes falta maturidade e conhecimento para fazer escolhas difíceis.
Ter de optar aos 14/15 anos por uma área de estudos abraça muitas incertezas e dúvidas, anos escolares perdidos... o sistema de ensino atual , na minha opinião,não ajuda!
Calita a 30 de Abril de 2015 às 23:58

É complicado na altura em que nos pedem para escolher um curso,optar pela melhor opção,porque,nessa fase,as crianças ainda não sabem muito bem o que querem fazer,pelo menos,é a minha mais sincera opinião!!
sandranadadeespecial a 24 de Outubro de 2016 às 22:19

Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
18

19
20
23
25

26
28
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO