Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

29
Fev 16

«EU, adolescente….

Em meu entender a adolescência é uma altura da vida muito bonita mas também das mais difíceis. Tenho muito mais problemas agora na escola do que quando era mais novo. Esta é a iniciação ao tempo de adulto (…) Mas será que, na roupa, no penteado, na escolha da música, estamos realmente a ser nós próprios ou é-se uma pessoa completamente diferente querendo, apenas, que os outros gostem de nós? (…) Eu, normalmente tento ser Eu e nada mais mas, por vezes, sinto que faço coisas para agradar aos outros, coisas que por mim só nunca faria.» (Manuel Pinto, et.al. As Pessoas Que Moram Nos Alunos: 1999, ASA)

 

Sem dúvida que a adolescência é um complexo Estádio (segundo Piaget) de crescimento e desenvolvimento humano. Com imensas transformações físicas, psicológicas e de afirmação da personalidade, trazendo ao adolescente especificidades na relação com a escola, com a concentração e com o estudo. Deseja-se assim, uma atenção especial, por parte de pais, educadores/professores para esta problemática, desenvolvendo novas formas de motivação ao estudo, à concentração e ao apoio neste processo de crescimento.

Sobre este tema acrescenta lembrar a importância do apoio na escolha da Vocação, não só profissional como pessoal. Bem sabemos que, um jovem com dificuldades em definir-se nos objetivos profissionais, por vezes, apresenta baixo rendimento e interesse escolar, portanto, sempre que necessário devem procurar apoio psicológico ou apoio em orientação vocacional, de forma a estudar com objetivos.  

No próximo Post deixarei, em proposta, um projeto de Apoio Vocacional…que poderão recorrer, entre tantas outras ofertas, nesta área! 

 

images (16).jpg

 

publicado por Maribel Maia às 15:19

4 comentários:
Um destes dias hei-de fazer um post sobre a orientação vocacional. Quando cheguei ao final do 9º ano fui a uma empresa fazer estes testes. Fiz uma bnateria de testes, escrita, desenho, e finalmente tive a entrevista no dia seguinte. A resposta que a senhora me deu foi claramente: tem jeito para tudo menos mecânica. Pode escrever um livro, seguir arqueologia, comunicação ou mesmo saúde... Conclusão: não me ajudou em grande coisa!
Chic'Ana a 29 de Fevereiro de 2016 às 16:22

Comigo também aconteceu algo parecido... 'tem jeito para tudo'... de uma coisa eu sabia: medicina estava fora de questão... não consigo ver sangue..
É muito importante ajudar os jovens neste caminho em constante alteração...
Maribel Maia a 29 de Fevereiro de 2016 às 16:54

Obrigada pelo seu comentário!
Estou a ler alguns posts do seu blog e está a ser muito interessante!
Sandra a 1 de Março de 2016 às 16:27

Muito Obrigada pela visita e pelo comentário, Sandra!!!
Fica também o convite para as próximas visitas!!!!
Maribel Maia a 1 de Março de 2016 às 18:15

Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
16
17
19
20

21
23
24
26
27

28


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO