Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

12
Jan 17

Como afirmei no Post anterior, desenvolver técnicas e métodos de estudo não é um processo fácil para a maioria dos estudantes, nem de grande vontade para eles. Contudo manter rotinas de estudo torna-se processo necessário para obter os melhores resultados na aprendizagem escolar. Por esta razão proponho aqui algumas etapas, que poderão ser seguidas por qualquer educador e/ou educando:

 

1ª etapa: todo o ser humano gosta de saber mais sobre um tema que lhe desperte gosto, interesse e curiosidade, logo cabe ao educador despertar essa curiosidade natural do estudante, através dos seus interesses pessoais e experiências individuais e cabe ao educando aproveitar os seus gostos e interesses pessoais para desenvolver novos conhecimentos;

 

2ª etapa: cada estudante é diferente, aprende a ritmos diferentes, tem gostos e capacidades diferentes, é portanto importante conhecer e conhecer-se muito bem, seguir o seu ritmo próprio, incentivando e direcionando no momento mais adequado, o trabalho individualizado entre educador e educando aqui torna-se uma mais valia evidente;

 

3ª etapa: despertar constantemente o interesse por saber mais, conhecer melhor, aprofundar reflexões, em qualquer momento do dia e em qualquer situação, para tal o educador deve estar sensibilizado para aproveitar situações do dia a dia e refletir, questionar, explicar… despertando uma vontade natural de querer descobrir;

 

4ª etapa: a melhor forma de querer saber mais, descobrir, conhecer é tendo a oportunidade de experimentar, de vivenciar, sentir… para tal, o contacto, as visitas, o confronto, o usar dos cinco sentidos… será sempre uma forma muito eficaz de despertar curiosidade, interesse… todas as vivências para além dos muros da escola podem aproximar os saberes ensinados na escola;

 

5ª etapa: O ambiente físico é também algo a não descurar, definir em casa, um lugar sossegado, ausente de barulhos e distrações, com um conforto e luminosidade necessário a quem estuda irá incentivar o estudante a criar uma rotina de estudo mais agradável e confortável.     

 

Car@ leitor, encontra mais alguma etapa que sinta ser pertinente e que gostaria de acrescentar a estas propostas? Desde já agradeço a partilha…

6967149510_3d056eaedd_b.jpg

 

 

publicado por Maribel Maia às 11:35

12 comentários:
Muito interessante e importante!
Beijinhos
Chic'Ana a 12 de Janeiro de 2017 às 12:43

Muito obrigada!
Beijinhos
Maribel Maia a 12 de Janeiro de 2017 às 14:08

Muito bem, belas etapas! :))
A Desconhecida a 12 de Janeiro de 2017 às 22:44

Muito obrigada.
Maribel Maia a 13 de Janeiro de 2017 às 19:27

Isso que escreves não vem em formato "app"?
Narciso Santos a 13 de Janeiro de 2017 às 14:38

Parece que não...

Nos tempos que correm, existe apps para tudo, se não existem ninguém usa os métodos tradicionais, infelizmente.
Bom fim de semana.

Não tarda existirá uma app para cada disciplina escolar....

E os professores trocados por monitores como já acontece....

Durante vários anos a telescola foi uma realidade, para muitos alunos do primeiro ciclo...

Nada substitui o ensino presencial. Para mim telescola e cursos online não funcionam.
Anónimo a 15 de Janeiro de 2017 às 13:30

Um ensino presencial e tutorial (individualizado), para mim seria sempre o mais aconselhado...
Maribel Maia a 16 de Janeiro de 2017 às 11:08

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
18
20
21

22
24
25
27
28

29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO