Com um olhar pluridimensional sobre a EDUCAÇÃO, pretendo orientar educadores e estudantes neste caminho vivido tão intensamente... um caminho onde se ensina e se aprende em cada momento de vida... este é um convite para conversar sobre educação.

23
Jan 17

Respondendo a uma proposta de tema, realizado por uma leitora, relativamente à violência na escola:

 

Quando a escola estava reservada apenas a uma pequena elite social e, supostamente, culturalmente socializada, nada se questionava sobre problemas de indisciplina escolar.

Felizmente a escola tornou-se aberta a toda a sociedade portanto, nesta nova escola todos os problemas de uma sociedade se espelham e se espalham naturalmente.

Como nos escrevem os autores: A. Correia e M. Matos no livro: Violência da e na Escola: «Nesta visão tradicional da escola, a indisciplina escolar é indesejável mas inevitável, pois é nesta escola que se espelham os problemas de um mundo atual. Certo é que, não só professores e pais se encontram empenhados no equilíbrio perante tal confronto, toda a comunidade escolar está empenhada (…) na realização da justiça social e do bem estar das comunidades a que pertence» (2003:29).

Sabemos portanto que, não podendo ser erradicada esta violência e indisciplina escolar, o papel de todos nós deverá ser orientar para que não se propaguem estas situações, de forma frequente, nas nossas escolas.

Para finalizar, posso deixar aqui algumas pequenas dicas:

 

  • Não incentivem as crianças a responderem à violência com violência;
  • Expliquem que formas de justiça social podemos recorrer, na escola e fora dela;
  • Não esquecer que, nós adultos, seremos sempre o exemplo de atitudes a seguir;
  • Sempre que necessário devem recorrer à Polícia da Escola Segura.

 

Por aí? Surgem opiniões ou dicas sobre este assunto?

indisciplina.jpg

 

publicado por Maribel Maia às 08:47

12 comentários:
Este é um tema cada vez mais presente na sociedade. Espero sinceramente que consigam inverter esta tendência, e para tal, não são apenas os professores que devem contribuir. Os pais, essencialmente, têm de ser chamados, responsabilizados..
Beijinhos
Chic'Ana a 23 de Janeiro de 2017 às 08:59

A Educação recebe-se em casa e a formação na escola... Isso seria o ideal... Mas a sociedade nem sempre concorda com tal afirmação...
Maribel Maia a 23 de Janeiro de 2017 às 09:20

Eu lido muito mal com a indisciplina :-(
Maria Amélia a 23 de Janeiro de 2017 às 15:41

É realmente muito difícil aceitar violência e/ou indisciplina...
Maribel Maia a 24 de Janeiro de 2017 às 10:56

O Problema é que retiraram poderes ao professores e deram aos alunos. Agora os professores vão para a escola, habilitados a levar um tabefe de um qualquer puto descontente, e não passa nada.
Se um professor der um tabefe num aluno, é logo "excomungado" e lá virá a "famelga" toda tirar satisfações com o professor, pois este deu uma palmada no menino de ouro.
Narciso Santos a 23 de Janeiro de 2017 às 18:23

Antigamente os pais davam indicações aos professores para baterem se considerassem necessário...
Penso que não pode ser incentivada nenhuma forma de violência de parte alguma... tudo se pode resolver sem tal coisa... mas para isso, pais e professores devem estar de acordo...

Os pais e os alunos vêm os professores como o "bicho papão"...
Juntar os 3 mundos não é tarefa fácil.

Pois... por vezes nem se apercebem que estão a trabalhar em conjunto para o mesmo: Educar!!!

Esse devia ser o objectivo, mas acho que se vêm como concorrentes.

Pode ser que aconteça... mas realmente não faz sentido algum...

Ai essas reticências...

Fica sempre tanto por dizer, que as uso frequentemente!
Maribel Maia a 24 de Janeiro de 2017 às 12:35

Janeiro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
18
20
21

22
24
25
27
28

29
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO